NOTÍCIAS >>

A Importância do Controle Estatístico do Processo (CEP) na indústria 4.0

Entenda a relação do CEP com a Indústria 4.0

Statistical-Process-Control

Desde a primeira revolução industrial, o setor de manufaturados tem constantemente adicionado tecnologias voltadas para o avanço e aperfeiçoamento do processo produtivo. Com a rápida ascensão de novas arquiteturas em processamento de dados, incorporando meios de automação de forma integrada a sistemas de controle, evoluíram as expectativas de qualidade e eficiência na execução dos projetos. Tudo isso resultou, eventualmente, na convergência para a chamada indústria 4.0 que, de certa forma, pode ser vista como resultado direto das evoluções tecnológicas dos processos industriais, principalmente nos aperfeiçoamentos de sistemas digitais e de comunicação.

Quando a Toyota Motor Corporation implementou com sucesso a manufatura enxuta, demonstrando notável aumento na produtividade e diminuição nos resíduos em suas subsidiárias, indústrias em todo o mundo buscaram replicar em suas fábricas o sucesso evidente desse método. Porém, os métodos de Lean Manufacturing (Manufatura Enxuta), apresentaram numerosos desafios e obstáculos no caminho efetivo para alcançar a produção lean ideal, muito por se caracterizar como a junção de uma cultura corporativa com um método industrial.

Sendo assim, a implementação plena da Indústria 4.0, emergente no cenário mundial, torna-se uma operação de extrema relevância, pois é esperado que a mesma disponibilize soluções e ferramentas necessárias para implementar o Lean Manufacturing de forma ampla, total, irrestrita e natural a todos os meios de produção.

Encontrar uma rota para resolver esses problemas e ajudar as indústrias arraigadas em métodos tradicionais de produção na transição para a fábrica inteligente pode estar relacionado, inicialmente, não a grandes saltos e investimentos tecnológicos, mas a compreensão efetiva de ferramentas fundamentais tanto ao Lean Manufacturing quanto a Indústria 4.0, como, por exemplo, o Controle Estatístico do Processo (CEP).

Os métodos estatísticos fornecem meios para quantificar a saída esperada dos processos de produção, sendo fundamental a confiabilidade dos equipamentos de coleta, transmissão e gestão, principalmente no chão de fábrica. Neste cenário de monitoramento, as informações utilizadas no CEP, em uma fábrica inteligente, serão otimizadas, permitindo controlar a variação dentro de um processo, possibilitando ajustes, antes que a variação desencadeie defeitos.

Sendo assim, faz-se essencial ao Lean Manufacturing, tornando-se inerente ao contexto de manufatura avançada, viabilizando não apenas produtos que podem ser alterados “just in time”, mas também trabalhar com várias versões de características e qualidade para uma mesma especificação de projeto, devido a um controle, de fato, parametrizado de todos os elementos quantificáveis de variações dos processos industriais.

Conheça a solução de CEP da Directa Automação!

Saiba mais sobre nossos produtos e serviços

Receba informações diretamente em seu email.

Fone: (48) 3298-8800

Rua Lauro Linhares, n°2123,
Torre B, 5° andar,

Trindade, Florianópolis - SC

© COPYRIGHT 2018, Directa Automação.
Desenvolvido por: Claren Design